Entrada   Passeios Actividades Informações Contacto
Quem Somos   FAQ Links Opiniões Fotos  









Arquitecturas de Lisboa

As especiarias foram sem dúvida a razão impulsionadora da empresa dos Descobrimentos portugueses e à medida que os a exploração da costa Africana avançava a Escravatura tornou-se numa actividade comercial ainda mais rentável que as próprias especiarias. A exploração massiva de escravos Africanos tornou-se numa componente essencial do comércio triangular do Oceano Atlântico e a página mais negra da história das descobertas. Por outro lado, o comércio das especiarias tornou Lisboa num dos entrepostos mais importantes da Europa.

Será dada particular importância à vida e quotidiano dos escravos na metrópole e ao modo como as especiarias influenciaram a economia, o clima social e até a gastronomia do país.

Este passeio atravessa o antigo Mocambo (a actual Madragoa) – o bairro dos escravos de Lisboa – inclui uma viagem de eléctrico - terminando em Belém, onde a canela continua a ser o tempero preferido de um dos símbolos gastronómicos da cidade, o famoso Pastel de Belém.

Neste passeio irá ficar familiarizado com:

  • A história da escravatura e das especiarias
  • A origem dos escravos e o seu quotidiano
  • O Mocambo (Madragoa)
  • As celebrações e as irmandades dos escravos
  • As especiarias e o estatuto social, a medicina, a espiritualidade e a vida sexual
  • A Casa da Índia
  • O comércio de especiarias



"Leva alguns Malabares, que tomou
Por força, dos que o Samorim mandara
Quando os presos feitores lhe tornou;
Leva pimenta ardente, que comprara;
A seca flor de Banda não ficou,
A noz, e o negro cravo, que faz clara
A nova ilha Maluco, com a canela,
Com que Ceilão é rica, ilustre e bela."

- Canto IX, Luís Vaz de Camões



   

A Presença Judaica
A Presença Africana em Lisboa
Lisboa Subterrânea
Lisboa Literária
Lisboa e os Descobrimentos
Lisboa no Tempo do Romantismo
Lisboa Maçónica
A Estrada de Santos
A Cerca Velha